Narcos: Pedro Pascal diz ter sido estranho voltar à série sem Wagner Moura e Boyd Holbrook




Narcos, drama da Netflix sobre a história do narcotráfico, retornará para o seu terceiro ano sem dois nomes que foram extremamente importantes nas duas primeiras temporadas: Wagner Moura, que vivia Pablo Escobar, e Boyd Holbrook, o agente Steve Murphy. Pedro Pascal segue na série como o agente Peña e disse, em entrevista à Entertainment Weekly, que sentu falta dos outros dois atores no elenco.

"Foi estranho voltar para a Colômbia sem eles [Moura e Holbrook]! Eu raramente estava sem Boyd, então foi assim que aprendi a viver essa série, sempre ao lado dele. E foi incrível ter Wagner na série porque ele é um ursinho de pelúcia sob a forma de um ser humano."

No novo ano, sem Pablo Escobar, o foco da luta contra o narcotráfico fica sob responsabilidade do Cartel de Cáli, conhecido também como Cocaine Inc. Pascal comentou as diferenças entre o grupo e Escobar. "Eles estavam muito mais misturados na sociedade e corporatizavam o tráfico de drogas. É mais como enfrentar uma indústria inteira. Eram profissionais. Estes eram homens de negócios que estavam enviando seus filhos para as melhores escolas de negócios do mundo. Então, quanto mais você sabe sobre eles, mais parece impossível lutar contra, porque eles estão em todos os lugares."

Pascal também falou também sobre os fãs da série e sobre quem acompanhava Game of Thrones. "Eu tive uma vantagem com Game of Thrones no que diz respeito à América do Sul. Meu personagem, Oberyn, era um personagem amado na América Latina , então, a conversa sempre começa com Game of Thrones". Sobre Narcos, ele diz que a recepção nos EUA sempre acaba sendo calorosa. "Os policiais em Nova Jersey adoram. Toda vez que eu vôo para Newark, me sinto um pouco como um príncipe".

No novo ano, Miguel Angel Silvestre, o Lito de Sense8, será o lavador de dinheiro do cartel. Entre os líderes da organização criminosa estão os atores Damian Alcazar, que interpretará o "chefe dos chefes" Gilberto Rodriguez Orejuela, e Francisco Denis, o cérebro por trás da ascensão do cartel. Além de Silvestre, outras caras novas na série são Michael Stahl-David e Matt Whean, que serão agentes do DEA inexperientes, mas muito entusiasmados de fazer parte da operação. Há também Arturo Castro, o filho mais velho de Miguel que está relutante em assumir um cargo de liderança no cartel.

Sem Escobar dominando o tráfico na Colômbia, o DEA volta suas atenções para o Cartel de Cali. Depois do anúncio de que Gilberto deixará os negócios da organização, o agente Javier Peña (Pedro Pascal) pede ajuda dos oficiais americanos e colombianos para derrubá-lo.
Narcos: Pedro Pascal diz ter sido estranho voltar à série sem Wagner Moura e Boyd Holbrook Narcos: Pedro Pascal diz ter sido estranho voltar à série sem Wagner Moura e Boyd Holbrook Reviewed by ANDERSON FRANQUINI on setembro 05, 2017 Rating: 5

Pesquisar no Blog

.footer-inner { margin: -90px; }